Tempo Integral

Nossa Rotina



A estrutura física do Integral é pensada para que haja condições do desenvolvimento autoeducativo da criança.

Evitamos o excesso de estímulos para que as crianças percebam as sutilezas do mundo que enriquecem a vida interior e buscamos oferecer objetos e brinquedos de materiais naturais, duradouros e bonitos. Através dos espaços criados, atendemos as necessidades pedagógicas, de repouso, livre expressão e lazer.

Queremos que nossos estudantes tenham oportunidades de desenvolvimento dos requisitos necessários para uma vida plena com participação ativa e saudável na sociedade.

A proposta norteadora consiste na vivência do brincar estruturado por um  ritmo adequado ao desenvolvimento da criança. As atividades, na nossa rotina, contemplam a contração e expansão, e são realizadas todas as manhãs pelas professoras tutoras e pelos especialistas. Os períodos destinados às atividades diárias, realizadas sob responsabilidade das tutoras, ocorrem dentro de sala de aula e/ou em outros espaços: em outros espaços: pátio, parque, quintalzinho e ambientes externos;

As atividades estão organizadas da seguinte forma:

Rotina

7h às 8h: Acolhida/Roda de música

8h às 8h:20: Regar plantas

08h: 20 às 8h: 40: Lanche

08h: 40 às 09h: 30: Quintal

9h: 30 às 11h: Aula do especialista

11h: Almoço, higiene e descanso

As crianças poderão frequentar o Integral com a periodicidade mais adequada para as condições de sua família.

Nossas aulas

Hora do Conto

Ao mesmo tempo em que somos bombardeados com imagens por meio eletrônicos, surge a vontade de despertar o uso de meios mais diretos de comunicação. A proposta de trabalhar com diferentes contos deve-se ao fato de entendermos que as histórias possuem riqueza incomparável para explorarmos a capacidade de imaginar das crianças, além de apresentarem diferentes culturas. Uma história inspiradora pode transformar tanto quem ouve, quanto quem conta. Além de ouvirem os contos, as crianças criarão suas histórias, seja pela reprodução oral, seja pelo desenho. Juntamente ao trabalho de audição, realizaremos propostas de brincadeiras e construções plásticas com os elementos presentes nos contos.

 

Capoeira

Atividade de origem brasileira, a capoeira, tem importância cultural para as crianças, por fazer parte da história do nosso país. Na prática da capoeira, a criança percebe seu corpo no espaço e entra em contato com essa manifestação artística, através de golpes, de movimentos específicos, do som das músicas, dos instrumentos (Berimbau, Pandeiro e Atabaque) e da vibração das palmas daqueles que participam da roda. Jogando capoeira, a criança trabalha as valências físicas sem sobrecarga, apenas com os movimentos e peso do próprio corpo. Seguindo nossa proposta geral, esta atividade será vivenciada de forma lúdica e prazerosa, como uma brincadeira: “brincadeira de capoeira”.

Utilizaremos a Capoeira como ferramenta pedagógica, a fim de promover nas crianças uma melhora integral no seu desenvolvimento; tanto no aspecto físico, sócio afetivo, psicomotor e artístico.

Buscaremos oportunizar, no decorrer do ano, rodas de capoeira com mestres e capoeiristas, para que haja um intercâmbio entre os alunos do Colégio e o meio capoeirístico.

Circo

A aula de circo foi desenvolvida através da associação de técnicas circenses (malabares, clown, acrobacias) e técnicas teatrais (interpretação, expressão corporal e vocal, pesquisa de personagem). Possibilita o surgimento de um espírito de coletividade caracterizado pela união de todos em um objetivo comum, o fazer artístico; valoriza a capacidade lúdica e o espírito de investigação como aspectos importantes da experiência artística; desenvolve a capacidade de improvisar e reagir aos estímulos dos colegas e oportuniza momentos de experimentação do corpo no espaço, do uso da linguagem circense/teatral inclusive da Cultura Popular Brasileira.

Culinária

As aulas de culinária surgem do interesse demonstrado pelos alunos durante as atividades desenvolvidas no projeto Sítio do Pica-Pau Amarelo.  As aulas terão como foco a conscientização sobre a importância de uma boa alimentação para uma vida saudável. Cozinhando os alunos terão a oportunidade de trabalhar em grupo e adquirir desde cedo contato com essa tarefa cotidiana.

As crianças poderão vivenciar os cuidados com higiene e segurança no preparo dos alimentos; a observação de mudanças de estado físico: líquido para sólido, líquido para gasoso, de acordo com a temperatura; adquirir conhecimentos de outras culturas; resolver unidades de proporção; levantar hipóteses sobre os resultados que serão obtidos; manipular objetos e alimentos de diferentes características de forma, tamanho, textura, cor, sabor, aromas, educando os sentidos; ler rótulos de ingredientes e receitas.

Rugby Recreativo

A Equipe Nadrena Rugby entra nas escolas, fundamentada nos valores (integridade, solidariedade, paixão, respeito e disciplina) e no código de conduta, oferecendo condições através de atividades recreativas, para que os alunos desenvolvam habilidades motoras, culturais e educacionais.

As atividades vivenciadas pelos alunos permitem que eles desenvolvam aprendizagens motoras, a interação e integração de meninos e meninas de todos os biotipos.

No quesito físico-motor a evolução das capacidades motoras coordenativas e a ampliação de repertório motor se dão a partir de manipulação de objeto. No quesito cultural proporcionamos o favorecimento da inclusão e aceitação da diferença, independentemente das características físicas, culturais ou do gênero. E por fim, no quesito educacional existe um código de conduta que é exigido para todos os seus participantes: jogadores, coach e torcedores.

Tecido acrobático

O tecido acrobático é uma modalidade circense que desenvolve o aspecto motor, social e afetivo.

Trabalha força e flexibilidade, auxiliando na postura corporal.

A proposta se complementa através do lúdico como proposta de resgate de valores como companheirismo e autossuperação.

Trabalhos Manuais

Os trabalhos manuais desenvolvem várias qualidades humanas de maneira integral, muitas vezes de maneiras de difícil percepção. Eles promovem fluidez, ritmo e organização aos pensamentos, ampliando a capacidade de concentração e autoconfiança na criança; desenvolvem a sensibilidade e harmonizam os sentimentos dos envolvidos. Além disso, quando se realiza uma tarefa com sentido, as crianças trabalham a ação e o esforço delas como capacidades de transformar o mundo.

Equipe do Integral

Beto Pereira – Tecido Acrobático

Iniciou seus estudos de dança na cidade de Jundiaí e logo após fez parte do elenco trupe circense Marcos Frota Circo Show – Hopi Hari e Circo Leoni. Formado em Educação Física – ESEF especializou-se em Atividades Circenses. Atualmente coordena as aulas do circo do Colégio Castanheiras em São Paulo e também aulas de dança pela Secretaria de Esportes da Cidade de Louveira.

Conrado Fernandes Ribeiro – Capoeira

Pratica capoeira há 16 anos, está no Grupo Capoeira Brasil, desde 2009, onde recebeu o titulo de Instrutor de Capoeira (Corda Verde) em 2012. Transmite seus ensinamentos sobre esta arte há 10 anos. Graduado em Educação Física, pela ESEFJ, onde se especializou em Educação Física Escolar. Participou de diversos Encontros e Festivais de Capoeira, por diversos estados do Brasil e também ministrou diversas oficinas e palestras. É Coordenador do Programa Esporte e Cultura na Escola, no Município de Campo Limpo Paulista, Instrutor de Capoeira na turma do “Integral” e no “Projeto Juntos”, do Colégio Paulo Freire.

Jaqueline Milani- Trabalhos Manuais e Conto

Educadora, professora de artes e fotógrafa. Cursando Artes pela Universidade Claretiano, vem trabalhando na área da educação desde 2011 onde se identificou como educadora e resolveu se especializar na área de artes. É professora de Educação Artística da rede estadual e Trabalhos Manuais e Arte no Infantil e Fundamental I do Colégio Paulo Freire.

Luciana Fontes Christofoletti- Coordenadora

Arte-educadora, contadora de histórias e atriz. Formada em Teatro pela Universidade Federal de Uberlândia- UFU onde pôde experimentar diversas linguagens, como teatro do absurdo, de rua e clown.  Cursou Formação em Pedagogia Waldorf em Botucatu. Trabalha com Ensino Infantil, Fundamental I /II e Médio. Ministra aulas de educação artística desde 2004.  No cinema participou de oficinas com Frederico Foroni e Sergio Penna. É professora de Arte no Fundamental II, Ensino Médio e Teatro ( 9º e Médio) do Colégio Paulo Freire.

Mariana Bragiato – Tutora

Formada no Ensino Médio no Colégio Paulo Freire e estudante de Pedagogia. Pratica teatro na Companhia Fênix, possui workshop em Danças Circulares sagradas na educação, teatro musical e teatro de rua.

Tássia Gaspar Mendes – Tutora

Educadora Ambiental formada pela UNICAMP, mestre em Ciências pela USP, especialista em Educação pela PUC, cursando pedagogia na Federal de São Carlos. É contadora de histórias, praticante de Yoga, capoeirista e desenvolve trabalhos de consciência corporal através da escuta do corpo: educação somática através da Dança, técnica desenvolvida pelo dançarino Klaus Vianna.

Rafael Gustavo Lopes (Guga) – Rugby

Trabalha com rugby infantil desde 2010, certificado de Rugby Infantil pela Confederação Brasileira de Rugby e pela World Rugby certificado em Rugby Infantil, Coach Nível 1, Rugby Ready e Rugby Laws. Fundador do Wally’s Rugby Infantil e Feminino Adulto. Gerente geral do Projeto Social Infantil Wally’s Rugby de 2013 a 2015. Fundador e proprietário da empresa Nadrena Rugby (desde 2012). Curso de Educação Física Licenciatura Plena concluído em 2006 pela ESEF.

Ulisses Vertuan- Circo

Pedagogo formado pela Universidade Luterana do Brasil, ator profissional, dramaturgo e produtor cultural. Professor de técnicas circense da Oficina de Circo- Prefeitura de Jundiaí. Diretor artístico da Trupe Pling! de Circo. Integrou a equipe pedagógica da UNICIRCO. Desenvolve atividades artísticas no Grupo Performático Éos desde 1997. Ganhador do Premio Estimulo Da Secretaria de Cultura de Jundiaí, Projeto “Kombinado Não é Carro”. Melhor Ator fase regional do Mapa Cultural Paulista.

Horário Integral- 2017

Horário Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira
07h às 8h Acolhida/Roda de música Acolhida/Roda de música Acolhida/Roda de música Acolhida/Roda de música Acolhida/Roda de música
8h às 8h:20 Regar plantas Regar plantas Regar plantas Regar plantas Regar plantas
08h:20 às 8h:40 Lanche Lanche Lanche Lanche Lanche
08h:40 às 09h:30 Quintal Quintal Culinária Quintal

Quintal

9h:30 às 11h Capoeira Circo Trabalhos manuais e Hora do Conto Tecido Acrobático Rugby
11h:00 Almoço, higiene e descanso Almoço, higiene e descanso Almoço, higiene e descanso Almoço, higiene e descanso Almoço, higiene e descanso

Horário de atendimento da coordenação:

  • Segunda-feira: 8h às 12h45
  • Terça-feira: 10h às 12h45
  • Quarta-feira: 13h às 15h
  •  Sexta-feira: 13h às 14h

No projeto Quintal as professoras tutoras proporão brincadeiras tais como: escultura com areia molhada, circuitos, teatro de fantoche, pintura de um painel, bexiga d’água, corre cutia, pique bandeira, queimada em grupo, pato, pato ganso, entre outras.