Ensino Fundamental I

Despertar para o mundo



No Colégio Paulo Freire, o trabalho nos primeiros anos do Ensino Fundamental é estruturado no processo de apropriação de leitura e da escrita, que está relacionado às leituras de mundo e reflexões que os alunos são portadores e ao desenvolvimento de seus pensamentos. É dessa maneira que a aprendizagem se torna significativa, prazerosa e favorece a autoestima das crianças que percebem quanto seu repertório pessoal é importante no processo de apropriação de novas habilidades e de descobertas.

A duração das atividades respeita cada faixa etária, e a rotina do dia é partilhada com os alunos, de modo que eles possam se situar na sequência de trabalho. Os materiais didáticos são produzidos pelos professores responsáveis pela série, com supervisão da equipe pedagógica da Escola.

O currículo do Colégio Paulo Freire se organiza como uma espiral, em que os conceitos aparecem muitas vezes ao longo dos anos, com grau crescente de complexidade. Privilegiam-se a compreensão e o aprofundamento, e a memorização é vista também como um instrumento da aprendizagem.

Assim, tanto os componentes curriculares quanto a forma como são propostas as atividades aos alunos nesse período, são planejados para estimular o acesso a diferentes tipos de textos e de suportes (livros, revistas, telas etc), diferentes linguagens como: linguagem oral, linguagem escrita, linguagem plástica, linguagem corporal, linguagem matemática etc. e relações com todos os campos do conhecimento, sem deixar de lado a curiosidade, a investigação e a construção de explicações provisórias. Brincadeiras, jogos e atividades lúdicas integram as propostas. Conhecer e nomear estruturas que constituem modelos explicativos dos fenômenos naturais e sociais, expressar-se e operar numericamente, são algumas das finalidades propostas para essa fase.

As situações de aprendizagem sempre significativas integram os Projetos. O desafio de produzir algo a ser utilizado em situações reais faz com que os alunos sintam-se desafiados a apropriar-se do conhecimento e motivados a investigar, arriscar, revisar sua produção, para assim, garantir a qualidade de seu trabalho. As sequências didáticas são atividades organizadas de modo a assegurar a compreensão dos alunos e garantir que estabeleçam o máximo de relações possíveis entre os conteúdos, resultando assim, em conhecimento real.

A avaliação acontece durante todo o processo. As produções são avaliadas sistematicamente possibilitando ao professor conhecer o desempenho de cada aluno e a resposta do grupo frente às propostas apresentadas.